sábado, 29 de agosto de 2009

Dia logo na noite

De quando em quando
da penumbra
surgem dia logos
luminares.

(ao poeta português José-Alberto Marques)



Postar um comentário