segunda-feira, 20 de julho de 2015

Rascunhos estão na Editora Multifoco





que de rasuras
brotem ternuras
entre rascunhos
tão existenciais

“rascunhos” é um exercício literário orgânico e informe.

Com versos calcados numa existência  contemporânea, o autor convida o leitor a compor seu canto dodecafônico.

Nada está pronto ou irreparável como escultura. Pelo contrário, as letras minúsculas, a ausência de títulos e pontos finais, para além de recurso poético, são convites à colaboração.
Cabe ao leitor dar o título que bem entender a cada poema. Usando lápis, caneta ou teclado (ebook), outros poemas podem surgir, a partir dos versos preexistentes.

A criatividade só pode surgir de certa inquietação, do rabiscar, do tentar. E das entrelinhas pode ser que surja uma nova voz poética. Será que esses rascunhos conseguem cumprir o objetivo? Só você, enquanto pessoa leitora, pode dizer com todos os versos disponíveis. Use e abuse dos versos!
                                                  Acesse o site clicando sobre a logo abaixo:



O autor:

Lecy Pereira Sousa, mineiro, escreve desde a adolescência, mas só com a popularização da Internet no Brasil pode exercitar e mostrar seus textos a outras pessoas. Com uma forte tendência autoral (sendo influenciado por tudo e por nada ao mesmo tempo), escreve poemas, contos e crônicas. Sempre foi apaixonado por livros, mas não consegue uma explicação cartesiana para isso.

Formado em Processos Gerenciais, trabalha na área da Educação em Contagem como Servidor Público. Participou da fundação da Academia Contagense de Letras.  Teve textos selecionados para o Projeto “A Tela e o Texto” da UFMG que divulga textos dentro de ônibus urbanos em Belo Horizonte.  Participou da antologia 7 Pecados publicada em Portugal, na Feira do Livro de Barcelos, pela plataforma de blogs Blogtok. Seu primeiro livro impresso de poemas “Primeirapessoaplural” (2008) foi lançado pelo Selo Editorial “Árvore dos Poemas” do poeta mineiro Diovani Mendonça.



Postar um comentário