segunda-feira, 27 de outubro de 2014

A volta dos que não foram

           
  Darei aqui a minha opinião de cidadão comum.

  Os cientistas políticos sabem disso com uma maior propriedade. Os brasileiros que enxergam o Brasil como uma nação complexa e não como o seu quintalzinho particular hão de imprimir esse discurso e observar cada ponto dele cobrando coerência nessa fala. Não adianta eleger um salvador da pátria e depois cruzar os braços. A História serve para isso. Por exemplo, os deputados eleitos em 2014 começarão o ano de 2015 com um BELO AUMENTO DE SALÁRIO que eles mesmos se darão. Então, eu pergunto: quem corrompe, de verdade, o Brasil? Repito a pergunta: quem corrompe, de verdade, o Brasil? O nosso Congresso eleito só funciona na base de barganha (me dê um cargo, me dê uma propina que eu voto no seu projeto). Qualquer presidente eleito e que é obrigado a seguir a Constituição torna-se refém do Congresso.

   Esse Congresso abriga um bando de safados corruptos. Repito: UM BANDO DE SAFADOS CORRUPTOS (não estou inventando, a História consubstancia essa afirmação), uma vez que o senhor FH precisou comprar a sua reeleição, numa época em que não havia Internet monitorando o CONGRESSO. Antes de disseminar ódio gratuito e pregar separatismo precisamos saber quem avacalha com qualquer projeto político. Se um Presidente eleito passa por cima da Constituição e age conforme a sua espontânea vontade, o CONGRESSO começa a pregar que ele é um ditador e não respeita a Constituição(quem acompanha um pouco a política sabe disso) e acabam dando um jeito de ferrar com esse presidente.

   É possível que estudantes do Ensino Médio conheçam mais a Constituição que vários dos deputados federais eleitos recentemente. Onde está o maior foco de corrupção desse país? No Congresso que aumenta seu próprio salário para que ricos e pobres paguem. Nós pagamos pelo BOLSA DEPUTADO e BOLSA SENADOR (tudo previsto na Constituição do país). Não há receita e nem projeto político definitivo para tornar o Brasil um país melhor para todos. Tudo deve estar em construção permanente. O egoísmo, o ódio gratuito, a ambição individual é que devem ser melhor compreendidos para serem modificados. Não sou petista, mas sou brasileiro de uma república federativa. 

    Portanto, sou parte do problema e da solução. Que tal o CONGRESSO começar já uma REFORMA POLíTICA SEM EXIGIR PROPINAS??? Que os meios de comunicação de massa e os eleitores do Brasil botem pressão nisso, sem exigir favores. Parabéns à brasileira Dilma Rousseff pela reeleição. E mais, eu não acredito em CUBANIZAÇÃO, VENEZUELIZAÇÃO, COREIZAÇÃO, RUSSIALIZAÇÃO nenhuma.

   É para defender a república que existe uma Constituição e um CONGRESSO eleito. Não é verdade? Lembrando que eu não sou dono da verdade.

      Leia o discurso da Excelentíssima Senhora Presidenta

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Acrylic Painting Demo - Basic Red Tree Landscape - Mouth Painting





As mudanças que a maioria quer

Caros amigos, 

A apenas 48 horas do dia da eleição, nossa comunidade respondeu ao que foi, provavelmente, a maior pesquisa eleitoral já feita a respeito das prioridades para o próximo presidente. Os resultados são muito animadores: 
  • Número 1: Educação: Tornar a educação a prioridade número 1 do Brasil, começando pelo treinamento adequado e aumento salarial dos professores da rede pública
  • Número 2: Saúde Pública: Distribuir a força de trabalho de médicos nas regiões mais precárias do Brasil, garantindo pelo menos 1 médico para cada mil habitantes, como recomendado pela Organização Mundial da Saúde
  • Número 3: Combate à Corrupção: Proibir dinheiro de empresas privadas no financiamento de campanhas eleitorais
  • Número 4: Energia Limpa & Mudanças Climáticas: Transformar o Brasil em um país com energia 100% limpa até 2050 e liderar o debate global para combater as mudanças climáticas
  • Número 5: Amazônia e Florestas: Zerar o desmatamento até 2030
  • Número 6: Democracia: Criar o melhor modelo de participação pública online já visto e trazer cidadãos para participar diretamente das decisões do Congresso
Todas essas políticas são viáveis e podem se tornar realidade. Juntas, elas formam uma plataforma contundente de mudança para quem quer que assuma o Palácio do Planalto. A Avaaz entregou os resultados para as equipes da Presidente Dilma e do candidato Aécio Neves, e agora estamos transformando os resultados em um Manifesto Aberto para o Futuro Presidente, que vamos divulgar para toda imprensa. 

Quando formos às urnas eletrônicas daqui a dois dias, podemos afirmar, com segurança, uma coisa: em uma corrida eleitoral tão apertada quanto esta, nossa comunidade de mais de 5 milhões de brasileiros vai ter um papel fundamental na eleição do próximo presidente do nosso querido país. 

Por isso, antes de votar, dêem uma olhada na tabela abaixo para conhecer a visão que cada candidato tem sobre os seis temas prioritários para a nossa comunidade. Nossa pesquisa não é uma lista de desejos, mas um manual para aprofundar e fortalecer a democracia com a qual todos sonhamos. E, quem quer que seja nosso candidato no domingo, vamos nos lembrar que democracia não se trata apenas do dia das eleições, mas do esforço desta comunidade em trabalhar junto para exigir e garantir as mudanças que criarão o Brasil que todos merecemos. 

Com esperança, 

Michael, Diego, Carol, Nana, Joseph e toda a equipe da Avaaz 



Proposta
Dilma Rousseff (PT)
Aécio Neves (PSDB)
Educação: (96%)
Afirmou que dará "salários adequados" aos professores e melhor formação e irá universalizar a educação infantil de 4 a 5 anos até 2016Quer melhorar salários com aumento do repasse da União ao Fundeb. Fará a implantação gradual da escola de tempo integral
Saúde Pública: (88%)
Expansão do programa Mais Médicos e Ampliação da rede de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs)Continuará com o Mais Médicos, mas estabelecerá novas regras para o programa e ampliará a rede pública com 500 clínicas especializadas
Combate à Corrupção: (76%)
Defende o fim do financiamento empresarial de campanha e propõe aprovar uma lei que transforme a corrupção em crime e que puna com rigor os agentes públicos que enriquecem sem justificativa ou não demonstram a origem dos seus ganhosDefende que o financiamento privado de campanha deva ser limitado. Para reprimir a corrupção, o candidato propõe fazer a capacitação de agentes públicos
Energia Limpa & Mudanças Climáticas: (58%)
Manterá a geração com base em hidrelétricas e termelétricas e fontes alternativas. Diz que o país se “engajará fortemente nas negociações climáticas internacionais que terão lugar em 2015Defende planejamento com previsibilidade e matriz energética sustentável. Promete levar o Brasil à transição para uma economia de baixo carbono
Amazônia e Florestas: (56%)
Afirma que deve fortalecer o combate do desmatamento, em especial na AmazôniaDefende a revisão do atual modelo de licenciamento ambiental para torná-lo mais simples e eficaz
Democracia: (49%)
Propõe convocar um plebiscito para definir mudanças e promete maior espaço para a participação do cidadão.Promete ampliar os canais de diálogo com o cidadão

[Os percentuais na primeira coluna mostram quantas pessoas da comunidade Avaaz escolheram aquela opção como uma das 3 principais prioridades para o próximo presidente] 

FONTES: 

As diferenças dos programas de Aécio e Dilma (Revista Época)
http://epoca.globo.com/tempo/eleicoes/o-filtro/noticia/2014/10/principais-noticias-eleitorais-do-dia-7-de-outubro-de-2014.html 

Embate de ideias - compare as propostas de Dilma e Aécio (Revista Exame)
http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/embate-de-ideias-compare-as-propostas-de-dilma-e-aecio 

Debate de propostas: o que dizem os programas de Aécio e Dilma? (BBC Brasil)
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/10/141015_eleicoes2014_programas_cq 

Eleições 2014: Conheça e compare as propostas de Aécio Neves e Dilma Rousseff (CBN)
http://www.cbnfoz.com.br/editorial/politica/noticias-politica/22102014-223211-eleicoes-2014-conheca-e-compare-as-propostas-de-aecio-neves-e-dilma-rousseff 

Compare o que Dilma e Aécio disseram sobre 50 assuntos (G1)
http://g1.globo.com/politica/eleicoes/2014/noticia/2014/10/compare-o-que-dilma-e-aecio-disseram-sobre-50-assuntos.html