sábado, 26 de abril de 2014

Novo modelo de assalto residencial a partir do Rio de Janeiro

Assaltantes se passam por funcionários de companhia telefônica

Naturalmente, os criminosos são aqueles que mais tem tempo para planejar seus crimes com toda tranquilidade seja fora ou dentro dos presídios. Abaixo, o relato de um cidadão carioca alertando para quadrilhas que sabem de tudo sobre suas prováveis vítimas e atuam como ensinado nos filmes policiais. Confira:

"Prezados Vizinhos,

Moro no início da Sambaíba, perto da Timóteo da Costa, e uso da presente para comunicar fato muito estranho e que, desconfio seriamente, que foi uma tentativa de assalto (frustrada) ao meu apartamento.

Hoje (02/04/2014), por volta das 14h30m, compareceu em meu prédio uma pessoa com o uniforme da OI e, falando para o porteiro o nome de minha esposa e o número do apartamento, solicitou acesso ao meu  apartamento alegando existir um chamado para reparo/substituição da linha telefônica.  O porteiro, por sua vez, ligou para minha casa e a empregada, que estava sozinha em casa, ligou para meu escritório para saber se existia algum pedido de reparo,  mas não me encontrou.  Neste meio tempo minha filha chegou e não autorizou a entrada daquela pessoa pois não havia nenhuma solicitação nossa. Após alguns minutos ligou uma mulher identificando-se como atendente da OI (Jéssica) e falou para minha filha o nome completo da minha esposa (nome, nome do meio, sobrenome de solteira e o de casada) e o meu nome completo e que o funcionário da OI estava esperando e que não poderia aguardar mais pois tinha outros atendimentos e para ela liberar a entrada, o que mais uma vez foi negado acesso pela minha filha. O que é estranho é que eles possuíam todos nossos dados (fornecidos por quem?). Cabe destacar que ontem (na parte da tarde) e hoje após o evento minha esposa recebeu duas ligações, como se fosse uma gravação eletrônica da OI, dizendo “eletronicamente” “... se sua linha foi consertada disque 1 se ...”, ocasião em que ela discou 1 nas duas ocasiões, pois até então não sabia do ocorrido e não tinha nenhum defeito nas linhas.  Ao saber do ocorrido desconfiei imediatamente que se tratava de uma tentativa de assalto e, para me certificar, pedi a minha esposa para ligar para a OI e perguntar se nos registros deles havia algum registro de pedido de manutenção ou defeito na linha, o que foi imediatamente negado pela atendente.  Ela relatou o fato e perguntou se isto vinha ocorrendo e a atendente, se esquivando, disse que desconhecia e encerrou. Ou seja, realmente escapamos de sermos assaltados dentro de casa.

Eu de minha parte quero e preciso divulgar o ocorrido e pedir a todos aqui para que divulguem e orientem todos os moradores de suas casas, os empregados de suas casas e dos condomínios, os vizinhos de prédio e dos prédios ao lado, em frente, os amigos que moram no Leblon ou outra região etc., pois só assim poderemos evitar que este golpe tente ser replicado.

Já solicitei a presença da empresa responsável pelas câmeras do meu prédio para fazer uma cópia das imagens externas do mesmo onde este “funcionário da OI” aparece pois, assim que a cópia estiver pronta, irei levar ditas imagens para a 14ª. DP e fazer uma ocorrência.
Portanto, ATENÇÃO!!!!!!!

Precisamos evitar que algo de muito ruim aconteça aos nossos familiares, vizinhos e amigos, e para tanto se faz necessário divulgar o ocorrido na data de hoje em minha casa.
Orientem os porteiros, vizinhos, familiares e empregados.  A coisa foi muito bem orquestrada, eles possuem nossos nomes, endereços, números dos telefones etc. Não sei como mas possuem.
CUIDADO e boa sorte a todos."

Renato Anet
Postar um comentário