domingo, 26 de junho de 2011

Ainda o vazio

quarta-feira, 22 de junho de 2011

O crítico pedante





1




O crítico pedante


com sua lupa


poderosa


detecta o adjetivo


e desmembra a


sintaxe


na autópsia


purgativa


em anatomia


de cátedra


Com verbosidades


dignas de


bacharéis & doutores


com leve molho


de ironia e


metalinguagem


e hipocrisia e


sacanagem


com todo o


pedantismo


que isso é


tudo o que


de fato tem


o crítico pedante




2




O crítico pedante


sabe antes


o que ninguém


sabe nem saberá


porque somente


ele é quem sabe


decifrar


na anatomia


de verso


ele há-de fazer


a endoscopia


ao cortar falanges


de aliterações


ao dissecar veias


de citações


ao rasgar nervuras


de anáforas


ao suturar membranas


de metáforas


A mão suja de sumo


sanguíneo-verbal


intertextual -


meta-coloquial -


proto-concretal


com rótulo & selo


de qualidade e


durabilidade


com a gabaritada


cripto-assinatura


do crítico pedante




3




O crítico pedante


fala em


literatura eterna


disserta sobre


transcendência lírica


enquanto o poeta


não sabe se vai


almoçar amanhã


Só o vocabulário


do crítico pedante


já é digno de


toda a atenção


só isso já vale


toda a leitura


e concentração


O crítico pedante


é um mecânico


do vernáculo


desmonta tudo


depois tenta


montar de novo


Apenas confunde


níveis semânticos


com sistema hidráulico


ainda confunde


percurso figurativo


com sistema elétrico




4




O crítico pedante


disseca a Obra


e envia a conta


ao Autor


o crítico pedante


retalha o Texto


e revela as entranhas


do Autor


O crítico pedante


desvenda a Obra


e desvela as farsas


do Autor


o crítico pedante


rasga o Texto


e decreta o fim


do Autor


O crítico pedante


condena a Obra


e manda prender


o Autor


o crítico pedante


queima o Texto


e manda incendiar


o Autor








5




O crítico pedante


com seu pós-


póstumo -


doutorado em


Harvard & Sorbonne


Oxford & Paris IV


assina com


currículo & diplomas


em anexo


a leitura pedante


que só será


decifrada


convenientemente


por outro


crítico pedante








17/18.06.11




Leonardo de Magalhaens




http://leoleituraescrita.blogspot.com


terça-feira, 14 de junho de 2011

Novo crime fora da Internet

Essa informação é para quem tem conta no referido Banco e movimenta bastante a conta e usa o cartão de crédito.



"Trata-se de um novo tipo de crime, mais sofisticado que aqueles que conhecemos.


Recebi, por volta das 15h de ontem, uma ligação no meu celular, de uma pessoa que se identificou como do Setor de Fraudes do Banco Santander (onde possuo conta). Ela questionou se eu havia feito operações de débito ontem. Por azar, eu fiz, e disse que sim. Ato contínuo, ela informou que na transição do Banco Real para Banco Santander, era praxe uma verificação com o cliente sobre tais operações. Segundo ela, após tentativas de contato com o meu telefone fixo (ela falou o número do meu telefone fixo), como ninguém atendeu (e de fato não tinha ninguém em casa), referido "Setor de Fraudes" "bloqueou temporariamente meu cartão", e precisava da minha confirmação para a liberação.



Ato contínuo, ela confirmou todos os meus dados (ela falou meu nome completo, nome dos meus pais, meu endereço, meu CPF, etc., e eu simplesmente falava ok, como, aliás, é o procedimento de praxe dos bancos. Notem que eu não passei nenhum dado pessoal, isto é, ela falava e eu apenas concordava com os dados que ela passava. Ato contínuo, ela falou "Obrigado pela confirmação. Para a liberação do seu cartão, com validade até maio de 2014 (ela sabia a data que o meu cartão expirava), preciso que o senhor dite o número". E eu, diante de todas as confirmações, inclusive quanto à data de validade, ditei normalmente o número constante na frente do cartão. Ela agradeceu e disse que estava desbloqueando. 



Solicitei, então, o número de protocolo, quando ela gaguejou, me passou qualquer número e logo suspeitei. Imediatamente liguei para a Central de Atendimentos do Santander, e, enquanto falava com eles, acessei minha conta pela internet, quando constatei que já haviam sido realizadas três transferências sem minha autorização. Fiz o protocolo de reclamação e agora aguardo a análise do setor de fraudes.



Notem que, neste golpe, você não passa nenhuma informação pessoal ou senha. A pessoa já tem os nossos dados (facilmente obtidos pelo mercado paralelo de venda de informações), inclusive do cartão.



Portanto, fiquem atentos e não caiam nesse golpe!!!

domingo, 5 de junho de 2011

Aleatório

todas as tralhas sobem nas telhas
enquanto nós desmoronamos
gatas malhadas ronronamesa

desconstruir  versus  edifícios
complicadas são sementes
de maçãs no meio da fruta

elabore o som speed
consuma no mundo
no way ficou na placa
à 60 km da speed way

descompromisso com metodismo
feng shui mostra o paraíso
aonde nasce o som som som
libertos das causas ordinárias
usando calças US TOP marinho

nosso evangelho é simples
DO IT e espere pelo SHOCKWAVE


Malas prontas
ouvindo Starman
No metrô da cidade
o mendigo continua rindo
de mim para mim mesmo
eu nunca fui um Coringa
em Gotham City
talvez um pinguim sem rumo
Na Praça da Glória.

Toda aranha quer construir um bioma
Minha biografia não contém sua fobia
Seguimos predestinados rumo à fugacidade

Quantas configurações
Cabem em 24 horas
Tantos quantos pardais
Em ninhos na alta tensão
Dos postes concretoferrosos

Termodinâmicos
Eletroeletrônicos
Geração de consumo sustentável

Musique-se olhando
Para o olho da rua
Tão graves tão agudos
Armazenando eletrofeno
No sótão do IT mundo

Subterfugio-me
Nas entranhas-lâmpadas
Catapulto verbo palavrão

Homens de lua de sol
Com as costas de frente
Pára o mar no atol.