quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

O menino que tirou a sede de meio milhão de africanos

Não importa por que meios ou formas. Importa é ter atitude para que o bem seja feito sem olhar a quem e principalmente aos que mais necessitam. Se ficarmos a discutir de quem é a responsabilidade para fazer isso ou aquilo morreremos sem qualquer iniciativa.

Vale lembrar que há muitas pessoas nesse momento fazendo algo de bom em favor do próximo de forma anônima.


Nesse caso específico, tanto muitos políticos quanto muitas religiões do mundo são colocadas no bolso por uma atitude generosa, onde o único retorno é a gratidão pelo bem feito.

Trata-se de um arquivo em PDF que recebi por e-mail e converti para JPEG.









Postar um comentário