terça-feira, 28 de dezembro de 2010

O novo romance de Italo Calvino

O escritor Italo CalvinoCurioso como o quê perguntei:
-Então, Calvino, o que t​em aí nessa pasta?
No que ele respondeu com sua polida calma de homem dado às letras, mas com indefectível sotaque italiano:
-Presumo que essa curiosidade desmesurada deve fazer parte da gené​tica dos brasilianos.
-Estou que não me aguento de curiosidade...
-Pois fique sabendo, Lecy Pereira, aqui está o rascunho de um novo romance. Uma nova
história capaz de fazer Fidel Castro trocar beijos e abraços com os norte americanos.
-Caramba, o prenúncio de uma nova Pedra de Roseta?
-Após esse romance, Irã, Israel e Palestina brincarão de ciranda-cirandinha​ todos os dias.
-Não pode ser. Isso é de mais para a minha compreensão de mortal...Você quer dizer
que esse romance subverterá todos os livros de História, incluindo as profecias maometanas,cristãs e pagãs?
Italo Calvino ficou tamborilando os dedos da mão direita sobre aquela pasta de couro como se alí estivesse o segredo de Flamel.
-Não vá me dizer que você alcançou o romance pós atômico, um romance que demole qualquer chantagem para dominar o mundo...
-"Se um viajante numa noite de inverno" parecerá uma fábula de principiante.
-Não vá me dizer que você alcançou a narrativa quântica...
Calvino suspirou levemente, levantou a sombrancelha esquerda e disse:
-Se você pensa que vou lhe mostrar o conteúdo dessa pasta pode tirar o cavalo da chuva. Não revelo nem se "O Visconde partido ao meio" voltar a se inteirar​. O enredo está em fase Beta, mas logo chegará a Teta.
Então eu acordei subitamente.
-Raios!-lastimei - bem que eu desconfiei que era coisa de outro mundo.​

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

O lançamento da Revista Histórica Contagem 99 anos

Folha de Contagem Lança Revista Histórica

Uma noite perfeita, onde o principal ingrediente foi a real surpresa causada em cada um dos presentes, ao receber e manusear as primeiras páginas da Revista Histórica Contagem 99 anos, no Limiar do Centenário, produzida pela equipe do Folha de Contagem, para marcar o início das comemorações dos 100 anos de emancipação político-econômica da cidade, e que reuniu, no salão do Augustus Buffett, as principais autoridades políticas e militar como a nata do empresariado do Município.

Ao dar boas vindas aos convidados, o diretor do Folha,Ciro Carpentieri Filho, fez questão de relatar os passos dados, ano após ano, através das edições especiais do Jornal, comemorativas dos aniversários da cidade, destacando a participação de sua equipe, o que foi fundamental para editar a revista que estava sendo lançada, e que, para ele, é apenas "um pequeno aperitivo do que iremos fazer para o Centenário da Cidade, que merece todo nosso carinho, pela acolhida que nos proporcionou ao longo destes anos. Por isso, hoje também podemos comemorar os 20 anos ininterruptos, de circulação do Folha de Contagem", complementou.

Cumprimentos
Antes mesmo de receber a revista o secretário municipal de Educação e Cultura, Lindomar Diamantino Segundo, já afirmava que, pelo que conhecia do diretor do Folha, de quem considera amigo pessoal, somente poderia esperar algo especial. "Ciro tem um verdadeiro arsenal da história de Contagem e durante as várias horas que tive a oportunidade de compartilhar com ele, no jornal, pude ver a grandeza e a riqueza de seu acervo", revelou.
Para ele, a importância da revista, "é que ela promete ser parte da preservação da história de Contagem, porque as coisas da história vão sumindo, desaparecendo, dispersando e, se a gente não tomar cuidado, os registros somem. Acho que esta revista é mesmo, como disse o Ciro, um aperitivo de tudo aquilo que vamos fazer para o centenário de Contagem. Agradeço muito por estar aqui e fazer parte neste momento da história do município de Contagem", arrematou Lindomar.

Credibilidade
Afirmando ser um momento de muita alegria participar do lançamento da revista, que "é também um pré-lançamento do Centenário de Contagem, o presidente da Câmara, Irineu Inácio da Silva, disse que a cidade precisa reconhecer o trabalho do jornal Folha de Contagem e, principalmente, de seu diretor Ciro Carpentieri, "uma pessoa a quem devemos muito, por fazer uma impressa livre. Ao mesmo tempo, agradecemos a ele pelo cuidado, que tem em preservar a memória de Contagem, como poucos", destacou.
Ainda segundo o vereador, há muitos anos mantém relacionamento com Ciro e o Jornal "e somos testemunhas de sua luta para que o Folha tenha um jornalismo verdadeiro. Então, parabéns e que você possa continuar ajudando a construir os próximos 100 anos da nossa Contagem", finalizou o presidente.

Livro histórico
Dentro deste mesmo pensamento, o vereador Ciro Campos, fez voto de que a revista se torne um compêndio e chegue a cada aluno de nossas escolas municipais, estaduais, creches e particulares. "Este trabalho é um grande livro, que retrata a nossa história, pois aqui conta como nasceu a cidade e como ela se desenvolveu. Esta revista tem que estar em todas as escolas do município, porque muitas vezes nos deparamos com alunos procurando por nós, vereadores, para saber alguma coisa da história de Contagem. Parabéns, Ciro, de coração, por que isto está trazendo instrução e conhecimento para o povo de Contagem", arrematou.

Por sua vez, o vereador Arnaldo de Oliveira confessou que, ao receber o convite, pensou se tratar de outra revista, como as demais que já existem na cidade, mas que, para sua surpresa, "foi o lançamento de um livro cultural, pois um material deste porte é um livro histórico. Hoje tínhamos apenas um livro sobre a história da cidade que foi lançando no final da década de 70, que se chama "Contagem perante a história" e existem poucos exemplares", comparou.

Por tudo isto, segundo ele, "Contagem tem muito que agradecer. O Ciro e sua equipe fizeram um trabalho que é mais livro que revista, pois ali conta como a cidade foi criada, a história das indústrias, da Câmara, da política e muito mais da história de Contagem, e ainda lembra de todos que contribuíram para o crescimento desta cidade na qual temos orgulho de morar. E agora, vou ficar esperando, com muita ansiedade, o nosso livro de 100 anos", complementou Arnaldo.

Também numa demonstração de satisfação ao folhear seu exemplar, o primeiro secretário da Câmara, vereador Gustavo Gibson, disse ter ficado assustado quando soube que a revista sairia com 200 páginas. "Quando peguei o material, de primeiríssima qualidade, com as informações históricas de tão grande importância, fiquei surpreso e feliz. E olha que, segundo o Ciro, este é apenas um aperitivo do que será lançado para comemorar o centenário da cidade. Podemos esperar outro trabalho de grande qualidade e credibilidade. Este material não é apenas um trabalho literário, e sim, um trabalho histórico, parabéns!", felicitou o vereador.

Visivelmente emocionado com a revista, o vereador Ravilson Filho compartilhou a mesma opinião dos companheiros Arnaldo de Oliveira e Gustavo Gibson, reforçando que "esta revista entrou definitivamente para a história de Contagem e, por destacar o povo desta cidade e a suas origens e cultura, é algo digno de parabéns", assinalou, apoiado pelo vereador Pastor Silva, pontuando que "mais uma vez parabenizamos ao Ciro e toda sua equipe, em nome de Contagem, por mais este belo trabalho, aliás, como vocês sempre fazem", arrematou.

Reconhecimento

"Nós queremos parabenizar você, Ciro, por sua persistência. Ele está lançando a revista hoje, mas é bom frisar que em todo o aniversário de Contagem, o Ciro conta e reconta, e se credencia cada vez mais como o maior contador das histórias de Contagem. Todos que estão presentes aqui, estão para homenagear a história de um jornalista que tem compromisso com Contagem, com o povo desta cidade e sua história".

Desta forma, a prefeita Marília Campos definiu seu sentimento em relação ao diretor do Folha de Contagem e seu trabalho, acrescentando que era por esta razão que naquele dia todos estavam ali para homenagear Ciro. "Você merece este nosso reconhecimento e nossa homenagem. Afinal, é através de você que a preservação da nossa história vem sendo mantida e feita, construindo a identidade de um povo que trabalha e que luta para sobreviver e guardar a memória de Contagem", definiu Marília.

Fonte: http://www.folhadecontagem.com.br/portal/index.php/destaques/85-link-flash-ultimas-noticias/2759-folha-lanca-revista-historica-nos-99-anos-de-emancipacao-de-contagem.html




quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Exposição marca festejos natalinos em Contagem

Hospita (público) do Homem em São Paulo reclama da falta de pacientes!

Hospital do Homem 
 
O Governo do Estado de São Paulo investiu R$ 2 milhões na compra de equipamentos de ultrassom, urologia, litotripsia  (que destrói o cálculo renal através de ondas de impacto).


O Hospital do Homem ocupa uma área de 1,1 mil m². 
A unidade reúne especialidades médicas como andrologia, patologias da próstata e urologia, além dos núcleos de alta resultabilidade (check-up) e de ensino e pesquisa. 

O departamento de patologias da próstata é dividido em dois setores: diagnóstico e tratamento das DST, prostatites (infecções da próstata causadas por bactérias e vírus) e prevenção do HIV e HPV; e tumores (câncer e hiperplasia benigna da próstata). 

Já na área de urologia, o Centro conta com profissionais de nefrologia (hipertensão renovascular e transplante renal), endocrinologia, neurologia (disfunções da vesícula, uretrais e incontinência urinária) e urologias geriátrica e plástica. 

AJUDE A DIVULGAR, MESMO QUE VOCÊ NÃO RESIDA NA CAPITAL, POIS É PÚBLICO, E POR DESCONHECER OS SERVIÇOS, O USO TEM SIDO PEQUENO E NÃO JUSTIFICA O INVESTIMENTO

O Hospital do Homem funciona onde é o Hospital Brigadeiro, Av. Brigadeiro Luis Antonio, 2.651 - Jd. Paulista - São Paulo/SP

Telefones:             (11)3289-2421                  (11)3289-2421      ;
             (11)3289-2421                  (11)3289-2421      ; Fax: (11)3284-8650