terça-feira, 7 de setembro de 2010

Em nome de Maria Madalena

Sabemos que em várias partes do mundo(Brasil inclusive) mulheres e crianças são espacandas até a morte e ninguém se mobiliza por elas. Isso não significa que temos que ser iguais a todo mundo na omissão.


Sakineh Mohammadi Ashtiani, 43 anos,  iraniana condenada à morte por apedrejamento por adultério e assassinato, foi também condenada dias atrás a 99 chicotadas.
Postar um comentário